sábado, 16 de junho de 2012

UNIÃO JÁ "BRASIL DE TODOS"


Caros membros e demais bacharéis em direito.
É lamentável assistirmos tanta sujeira envolvendo os três poderes do Brasil e a partir do momento que a nação fica descrente de seus governantes, devido a incompetência, corrupção e desrespeito a Constituição Federal, há necessidade do povo se mobilizar em defesa dos direitos conquistados depois de tanta luta. Sabemos que existem políticos honestos e competentes que defendem os interesses públicos, mas sabemos também que se trata de uma minoria e apesar da força do bem, não podemos abandonar essa minoria que luta por todos nós e sim, nos mobilizarmos no intuito de dar-lhes mais força na luta contra os maus brasileiros que ali se encontram.

No Brasil, somente Deus vai acima da Suprema Corte, onde os Ministros que juraram defender nossa constituição tem mostrado que vão acima dela e não dentro dos parâmetros que ela impõe para que haja harmonia entre a sociedade. Se até mesmo entre os ministros não há harmonia, como podem esperar que esse quesito paire no seio da sociedade, sendo que não há mais como esconder tanta sujeira. Nem mesmo debaixo dos tapetes dos palácios, onde, claramente se sentem deuses e não apenas servidores públicos que deveriam no mínimo honrar o juramento que prestaram antes de assumirem tais cargos. Deus não pensa que é Ministro...

Os bacharéis em direito têm mostrado patriotismo e perseverança na luta pela legalidade, uma luta que deveria servir de exemplo para todos os advogados desse país, pois eles são como um elefante, ou seja, não sabem a força que têm, pois se soubessem jamais permitiriam as atrocidades que nossos governantes têm praticado contra esse povo tão pacífico, onde estariam amarrotando os tribunais por meio de sua entidade representativa com ações em favor da nação, no entanto, mesmo a OAB tendo como papel essa prerrogativa, fiscalizar e exigir o bom cumprimento das leis, ao contrário disso temos visto uma entidade investindo pesado em lobby para defender interesses de uma minoria e preocupada com o poder e seu alto faturamento à custa do desemprego e da miséria, com imposições que vai acima de suas atribuições prejudicando centenas de milhares de brasileiros que jamais terão como recuperar tantas perdas. Segundo o Presidente do Conselho Federal da OAB, Ophir Cavalcante, o exame de ordem é para proteger o cidadão, mas nesse caso, quem protege centenas de milhares de cidadãos brasileiros (bacharéis) desse antidemocrata?

Ophir Cavalcante, presidente do Conselho Federal da OAB, que é acusado de receber R$ 1,5 milhão em salários ilegais, a compra de bebidas alcoólicas (Whisky e cerveja) com o dinheiro da OAB/PA, além do pagamento de contas na cervejaria Amazon Beer, Boteco das Onze e no antigo Bar Mascote, em Belém, que a auditoria não conseguiu localizar as necessárias notas fiscais de pagamentos superiores a R$ 238 mil e o não repasse à Unimed de mais de R$ 87 mil em mensalidades pagas pelos advogados, que teriam sido usadas para cobrir despesas da entidade, entre outras acusações, para forçar a opinião pública, tem a coragem de insistir juntamente com outros dirigentes da OAB, que no Brasil existem mais de quatro milhões de bacharéis em direito, ou seja, dois por cento da população brasileira incluindo idosos e crianças, sendo que na verdade se trata de algumas centenas de milhares de bacharéis, tanto que, apenas por volta de cem mil se inscrevem para tentar a sorte no jogo marcado do exame de ordem controlado por esse cidadão. Estaria ele contando os bacharéis desde o tempo de D. Pedro?


















Infelizmente tem sido muito comum bacharéis que dão sorte no jogo marcado do exame de ordem se afastarem da luta depois de conseguirem suas carteiras, o que jamais deveria ocorrer, pois sabem que foram aprovados por chutarem parte das questões e posteriormente passaram no funil do percentual permitido pelos dirigentes da OAB que regulam a reserva de mercado. Tanto é um jogo marcado que não se conhece nenhum bacharel fazendo festa após o término do exame convicto que respondeu corretamente e sim apreensivos aguardando o resultado oficial divulgado pela FGV, essa fundação que sequer mostra competência para elaborar uma prova digna, justa e sem erros. Por que seria? Incompetência ou conivência?

Contudo, mais uma vez estamos diante da esperança que a justiça prevaleça, porém, não podemos esperar que o projeto de lei proposto pelo Deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que deverá ser votado provavelmente em julho próximo seja aprovado de forma espontânea pelos demais parlamentares, pois sabemos que muitos têm interesse nessa prova que gera milhões de reais todos os anos e ninguém sabe para onde vai essa fortuna, sabe-se apenas que, segundo Conselheiro da OAB-RJ, as contas da OAB jamais passariam no exame do TCU. Como se todos não soubessem.

Com isso precisamos pressionar todos os parlamentares para que aprovem esse projeto, onde todos os bacharéis devem cobrar isso dos representantes de seus estados, sob pena de sofrerem uma campanha contra aqueles que votarem a favor do exame de ordem, nas próximas eleições. Afinal somos muitos, isso sem contar com os votos dos familiares de cada bacharel.



Willyan Johnes.

Ordem dos Bacharéis do Brasil


Segue link com o projeto de lei do Deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para que acompanhem.

O projeto será votado na Câmara talvez antes do recesso de julho.

http://www.justicaemfoco.com.br/index.php?pg=desc-noticias&id=52612

Clique e conheça! O projeto de Lei nº 2154/2011.

http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=517673

PL prevê fim “exame de ordem”: É inusitado que, para ser advogado no Brasil, o bacharel tenha que ser aprovado, diz Carreira Alvim

http://www.justicaemfoco.com.br/?pg=desc-noticias&id=48855&nome=PL%20prev%EA%20fim%20%93exame%20de%20ordem%94:%20%C9%20inusitado%20que,%20para%20ser%20advogado%20no%20Brasil,%20o%20bacharel%20tenha%20que%20ser%20aprovado,%20diz%20Carreira%20Alvim





Um comentário:

  1. OAB ( Sui Generis !!!!!! ),Sem Fins Lucrativos !!!

    Muito Bem !

    O que a OAB é Hj?

    -Quarto Poder?
    -Entidade Publica?
    -Entidade de Classe?
    -Qual é o Patrimonio da OAB hj?
    -Quem administra?
    -Em que, é Usado o lucro em cima das "pegadinhas elaboradas,para reprovar os bachareis"
    -Você é Cidadão?
    -teria "Direito" de saber?


    Abraços
    Franco

    ResponderExcluir

Palavrões não são permitidos!!!